Connect with us

Mundo

Sudão: mais de mil crianças morreram em campos de refugiados

Published

on

O número elevado de mortos por suspeita de sarampo e desnutrição em campos de refugiados no Sudão preocupa a Organização das Nações Unidas (ONU).

A preocupação foi manifestada esta terça-feira, 19, durante uma conferência de imprensa da ONU, onde o chefe de saúde pública da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), Allen Maina, frisou que o balanço de mortos em campos de refugiados no Sudão ronda mais de 1.200 crianças.

Por sua vez, na mesma ocasião, o porta-voz da UNICEF, James Elder, mostrou-se apreensivo, também, com os “muitos milhares de recém-nascidos” entre os 333 mil bebés que possivelmente irão nascer antes do final do ano naquele país devido aos ataques directos das partes em conflito, bem como à escassez de pessoal e de medicamentos.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.

Colunistas