Connect with us

Mundo

Subiu para 37 número de mortos do ataque em escola da ONU em Gaza

Published

on

Subiu para 37 o número de mortos do ataque que atingiu uma escola da ONU em Gaza, segundo um novo balanço apresentado pelo hospital Al-Aqsa de Deir el-Balah, no centro da Faixa de Gaza.

Nesta madrugada, o exército israelita reivindicou a responsabilidade pelo ataque aéreo, que descreveu como um ataque preciso a uma base do Hamas situada no interior de uma escola para refugiados que eliminou vários terroristas.

Os militares israelitas afirmaram que os “militantes do Hamas” estavam a atuar a partir do interior da escola.

O ataque ocorreu depois de as Forças Armadas de Israel terem anunciado uma nova ofensiva terrestre e aérea em vários campos de refugiados no centro de Gaza, perseguindo os militantes do Hamas que, segundo as autoridades israelitas, se reagruparam nesses campos.

As tropas israelitas voltam a invadir secções da Faixa de Gaza que já tinham invadido anteriormente, sublinhando a resistência do Hamas apesar da ofensiva de quase oito meses no enclave.

Fontes locais citadas pela Associated Press, disseram que o edifício albergava cidadãos palestinianos que tinham fugido das ofensivas e dos bombardeamentos israelitas no norte de Gaza.