Connect with us

Sociedade

Sociedade Mineira do Lunhinga suspende mais de cem trabalhadores

Published

on

Mais de cem trabalhadores da Sociedade Mineira do Lunhinga foram suspensos das suas actividades laborais por um período de seis meses, sem aviso prévio, situação que está a provocar uma onda de manifestações por parte dos funcionários que acusam a empresa de má-fé.

De acordo com o porta-voz dos trabalhadores, depois de terminada a jornada laboral numa sexta-feira, quando regressaram na segunda-feira foram impedidos de entrar na instituição com uma ordem de despedimento sem aviso prévio.

José Kinanga avança que a instituição alega situação financeira insustentável. Entretanto, o sindicalista defende que “a intenção da empresa não é a recuperação da situação financeira, mas sim meter os trabalhadores em casa e sem o pagamento dos devidos subsídios”.

Em reacção, o Director Comercial da Sociedade Mineira do Lunhinga, Fernando Sebastião, disse que a empresa atravessa um período de graves dificuldades financeiras, pela baixa de produção de diamante que reduziu de forma significativa.

Acrescenta que não se trata de um despedimento, mas sim de uma suspensão temporária por um período de seis meses, até a empresa retomar a sua condição económica.

O responsável diz entender o temor dos trabalhadores, e garante que tudo está a ser feito para reposição normal da situação e posterior regresso dos mais de cem trabalhadores.

Por enquanto, a confirmação é que a partir do dia 01 de Julho os contratos dos trabalhadores serão suspensos.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *