Connect with us

Sociedade

Sociedade Mineira de Catoca doa material hospitalar e informático ao Hospital do Zango 2

Published

on

A Sociedade Mineira de Catoca (SMC) procedeu, recentemente, a entrega de material hospitalar e informático, ao Hospital de Referência do Distrito Urbano do Zango 2, em Viana, na província de Luanda, no quadro do seu programa de responsabilidade social.

Entre os equipamentos oferecidos, constam Eletrocoagulador, Debitómetros (hospitalar) e computadores acompanhados de UPS e impressoras, bem como material de escritório.

A directora de gabinete do Presidente do Conselho de Gerência d sociedade Mineira de Catoca, Engrácia Soito João, avançou que aquela empresa virada a prospecção e comercialização de diamantes tem a componente social no too das suas preocupações.

“Procuramos atender o nosso meio circundante, não só internas com os trabalhadores, mas com as comunidades circunvizinhas à Catoca. Inicialmente a nossa acção era apenas na Lunda Sul, mas chegámos a conclusão que para que se garanta desenvolvimento na região, era necessário estender o nosso raio de acção para o resto do país, precisamente para os locais que tenham necessidades como é agora o caso deste hospital, que solicitou e nós atendemos ao pedido”, explicou.

O director municipal de Saúde de Viana, Matondo Alexandre, agradeceu o gesto da Sociedade Mineira de Catoca, tendo referido que os equipamentos vão permitir melhorar a gestão do hospital, acelerando as respostas ao fluxo de pacientes, a marcação e o registo de consultas, o atendimento no banco de urgência, bem como permitir um melhor controlo de utentes que acorrem àquela unidade hospitalar.

“Vamos poder, a partir de agora, fornecer os dados aqui colectados, para o sistema de informação do Ministério da Saúde, sendo que eles devem ser reportados, daí que esses meios são indispensáveis, para melhor qualidade para gestão do fluxo de dados, bem como a gestão de medicamentos”, apontou.

De salientar, que a unidade sanitária do Zango 2 continua a registar como maior preocupação os casos de malária, doenças diarreicas agudas, hipertensão, ao passo que a nível da maternidade são as doenças hipertensivas específicas.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas