Connect with us

Mundo

Sismo no Marrocos: dados oficiais apontam para mais de mil mortos

Published

on

O balanço oficial de vítimas do sismo próximo de Marraquexe está a ser actualizado pelo Ministério do Interior do Marrocos, que fala em milhares de mortos e feridos.

O dados oficiais apontam para mais de mil mortos e pelo menos 1.200 feridos, na actualização feita as 16h (hora de Angola), sobre o balanço de vítimas do forte terramoto que sacudiu Marrocos na noite de sexta-feira ultima.

O abalo ocorreu pelas 23:11 locais com epicentro a cerca de 70 quilómetros a sudoeste de Marraquexe, que se fez sentir inclusive em Portugal, Espanha, Mali e Argélia. O tremor de uma magnitude de 6.8 foi seguido por algumas réplicas de menor potência.

O Chefe de Estado angolano já emitiu um comunicado: “em nome do Executivo angolano e no meu próprio, diante deste nefasto acontecimento, apresento a Vossa Majestade e às famílias vitimadas, as nossas condolências e solidariedade neste momento doloroso para o povo marroquino, diz a carta endereçada ao Rei Mohamed VI.

Por sua vez, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, manifestou-se “profundamente entristecido pelas vidas perdidas e pela devastação” causadas pelo forte sismo em Marrocos e prometeu “toda a assistência necessária”.

Em comunicado, enviado desde a capital indiana, onde participa na cimeira do G20, Biden disse que os Estados Unidos “estão prontos para dar toda a assistência necessária ao povo marroquino”, acrescentando que está “ao lado do amigo Rei Mohammed sexto neste momento difícil”.

Joe Biden salientou, ainda, o empenho dos Estados Unidos em “garantir que os seus concidadãos estão em segurança” em Marrocos.

Colunistas