Connect with us

Sociedade

SINPROF protesta contra agressões aos professores

Published

on

Os constantes actos de agressões aos agentes da educação preocupa o Sindicato Nacional de Professores, que pede intervenção urgente das autoridades para contrapor a situação.

O secretário-geral da organização, Admar Ginguma, afirma que tem havido relatos dessas acções em diferentes escolas do país, e dá exemplo da província do Cuanza Sul, onde alguns professores acabaram mesmo por perder a vida.

Admar Ginguma disse, por outro lado, que o SINPROF vai realizar, no próximo dia 22, uma marcha em todo país para protestar contra os actos de agressões aos professores.

Ontem, uma cidadã de 57 anos foi condenada pelo Tribunal do Benfica ao pagamento de uma indemnização de um milhão e cem kwanzas, por ter agredido uma professora em companhia de mais três familiares, na Centralidade do Kilamba.

A informação foi avançada pelo director interino da escola, Moisés Baptista, que acompanhou o julgamento, tendo adiantado que a cidadã Catarina Ambriz terá de pagar 700 mil kwanzas de taxa de justiça e 400 mil aos advogados, tendo dois meses para pagar a multa sob o risco de cumprir pena de prisão.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.