Connect with us

Sociedade

SINPROF exige efectivação de subsídios de isolamento no Huambo

Published

on

O secretário do Sindicato Nacional dos Professores (SINPROF) na província do Huambo, Abel Maravilhoso José, apelou esta sexta-feira, 22, ao Executivo angolano, celeridade na efectivação dos subsídios de isolamento da classe.

Trata-se de um pacote de subsídios e incentivos já aprovados pelo Governo angolano, desde Fevereiro do corrente ano, com o objectivo de mitigar as dificuldades dos professores que trabalham em zonas recônditas do país, porém, ainda não implementados.

Segundo Abel Maravilhoso José, que falava durante uma mesa redonda sobre o “Papel do sindicalismo na defesa dos direitos dos trabalhadores da Educação” e o “Direito à greve, suas consequências e benefícios”, tais subsídios poderiam mitigar a actual situação difícil que muitos professores em zonas recônditas enfrentam.

Para além dos incentivos aprovados, lembrou,  existirem, ainda, pendentes que precisam ser resolvidos, a exemplo do desfasamento na actualização das categorias pelo tempo de serviço e do nível académico, para o avanço nas carreiras académicas.

Conforme o sindicalista, o sector da Educação possui muitos desafios que precisam ser resolvidos, como a melhoria do rácio professor/aluno, aumento de laboratórios e carteiras e outras condições infra-estruturais, para a construção de uma geração capaz de assegurar o país.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.