Connect with us

Sociedade

Sindicato exige esclarecimento da morte do professor Laurindo Vieira

Published

on

O secretariado nacional do Sindicato dos Professores Universitários de Angola apresentou esta sexta-feira, 12, o seu protesto ao executivo angolano devido o assassinato do reitor da Universidade Gregório Semedo, Doutor Professor Laurindo Vieira.

A nota apresentada pelo seu titular, Alberto Perez, diz que a morte do sociólogo “revela a insegurança dos professores” e pede as autoridades competentes “a clarificação do acto bárbaro”.

“O secretariado do ensino superior dirige-se a sociedade angolana em geral para dizer que o assassinato do professor Dr. Laurindo é um indicador do quanto o professor angolano não é valorizado, não tem segurança e não é protegido”, refere o sindicalista.

Perez diz, por outro lado, que “o assassinato merece a condenação de toda sociedade”, e exige da Polícia Nacional um esclarecimento, por entender que, “não é o primeiro professor a ser assassinado em Angola” e termina dizendo que, “considera o malogrado Laurindo Vieira um professor ímpar na sociedade angolana”.

O reitor da Universidade Gregório Semedo morreu ontem após ser baleado quando saía de um banco no Lar do Patriota.

Morre reitor da Universidade Gregório Semedo baleado hoje em assalto no Patriota 

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *