Connect with us

Politica

Sindicato dos Oficiais de Justiça chega a acordo com Ministério

Published

on

O Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos e o Sindicato dos Oficiais de Justiça de Angola chegaram a um acordo, na manhã desta segunda-feira, 12, em Luanda, em relação aos dois pontos constantes do caderno reivindicativo, apresentados pelos trabalhadores do sector, que reivindicam há mais de cinco anos.

“Estamos com este acto de apostar na promoção de mais de 1300 efectivos e estamos a ver questões internas e espaços de serviços”, disse o secretário de Sstado do Ministério da Justiça. Orlando Fernando.

O responsável do Sindicato dos Oficiais de Justiça de Angola, Joaquim Brito Teixeira, mostrou-se satisfeito com os resultados das negociações e garantiu que os utentes é que sairão a ganhar.

“Saem a ganhar deste acordo e a sua materialização, os nossos utentes, com a satisfação dos nossos associados e, não só”.

Por sua vez, o ministro da Justiça e Direitos Humanos, Francisco Queirós, disse que este acordo, entre o sindicato e o Ministério, marca uma nova etapa na relação laboral.

“Estamos agora num momento específico da nossa relação que tem a ver com a vontade recíproca do Ministério da Justiça e SOJA, encontrarem soluções de forma discutida durante algum tempo e consensualizada”, disse, o ministro.