Connect with us

Politica

Sílvia Lutucuta defende mais acções para prevenir emergências de saúde

Published

on

Ao intervir durante a reunião de alto nível sobre a prevenção, preparação e resposta a pandemias, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, defendeu esta quarta-feira, 20, nos EUA, a adopção de acções ousadas para fortalecer a forma como o mundo “previne, se prepara, responde e recupera de emergências de saúde pública”.

No âmbito da 78ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, a governante considerou necessário que se retirem lições da emergência sem precedentes da Covid-19, tendo reconhecido os enormes esforços colectivos para controlar a actual pandemia, mas advertiu que não se pode esquecer as grandes deficiências e as profundas inadequações na arquitectura da saúde a nível nacional e global.

Sílvia Lutucuta disse que Angola reconhece as contribuições para reformar os regimes de governação, regulação e financiamento internacional para emergências de saúde pública e pandemias.

A ministra da Saúde entende que os cuidados de saúde primários podem ser a chave para a equidade na prevenção, preparação e resposta a pandemias, pelo que se deve restaurá-los e aproveitá-los como ponto de coordenação para a integração da prevenção, preparação e resposta a pandemias.

Colunistas