Connect with us

Sociedade

SIC em Benguela detém cidadão da Somália que vendia alimentos expirados

Published

on

Um cidadão de nacionalidade somali foi detido em Benguela, na última quarta-feira, 12, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) depois de ter sido apanhado em flagrante a comercializar óleo vegetal, caldo do tipo Onga, Café Ginga, bem como cosméticos em grandes quantidades, com datas vencidas desde Outubro do ano passado e outros expirados nos meses do ano corrente.

A detenção do referido cidadão de nacionalidade estrangeira, de 28 anos, ocorreu no âmbito do combate aos crimes económicos, realizado por efectivos dos Serviços de Investigação Criminal nas terras de Ombaka, na sequência de um trabalho de inspecção e fiscalização, levado a cabo por uma brigada do SIC, que detectou os produtos expirados acima referenciados, agora apreendidos.

Trata-se de um agente comercial que, ao que se presume, há muito vem se dedicando à venda de produtos expirados em vários pontos de Benguela, com destaque às cantinas e mini-mercados. A sua detenção ocorreu em flagrante quando o mesmo encontrava-se a comercializar produtos alimentares expirados no bairro do Cotel, arredores da cidade de Benguela.

Por constituir crime de adulteração de substâncias alimentares, o referido cidadão de nacionalidade Somali, já foi encaminhado ao agente do Ministério Público em Benguela para o primeiro interrogatório.