Connect with us

Sociedade

SIC detém três cidadãos de nacionalidade vietnamita por pesca ilegal

Published

on

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve, em Luanda, três cidadãos de nacionalidade vietnamita, com idades compreendidas entre 36 e 41 anos, por pesca ilegal.

Manuel Halaiwa, porta-voz da corporação, disse que o trabalho investigativo realizado pelo SIC, em coordenação com o Serviço Nacional de Fiscalização Pesqueira e Aquicultura, permitiu colher informações no âmbito do combate à pesca ilegal no país.

O SIC, acrescentou, realizou uma micro-operação que culminou com a detenção em flagrante de dois indivíduos, na Ilha do Cabo, município de Luanda, com uma embarcação semi-industrial, que estava a realizar o serviço de pesca ilegal.

Durante a operação, continuou, verificou-se também a legalidade dos tripulantes, tendo-se constatado que as licenças da embarcação não estão actualizadas, entre outras infracções.

De acordo com Manuel Halaiwa, o SIC procedeu, ainda, à detenção de um outro cidadão vietnamita, em Cacuaco, também por pesca ilegal.

Em sua posse, destacou, foram encontrados mais de 100 quilogramas de peixe deteriorado.

“O indivíduo foi detido em flagrante a exercer a pesca artesanal”.

Apreensão no Zaire

O Comando Provincial do Zaire da Polícia Nacional procedeu a apreensão de um navio carregado com mais de 300 toneladas de peixe na orla marítima do município do Soyo, por alegada pesca ilegal em águas nacionais.

De acordo com o porta-voz do Comando Provincial do Zaire da Polícia Nacional, intendente Luís Bernardo, presumiu tratar-se de uma embarcação de origem congolesa democrática, por esta apresentar uma bandeira daquele país.

O navio denominado “Bosa F2”, tinha a bordo dez tripulantes, dos quais dois chineses e oito congoleses democráticos, foi apreendido na sequência de uma operação que envolveu o Grupo Multissectorial de Vigilância e Fiscalização da Costa Marítima da província do Zaire.

Colunistas