Connect with us

Sociedade

SIC detém criminosos que assassinaram inspector das Finanças do Cuanza Sul

Published

on

Estão detidos e poderão ser apresentados à imprensa, nesta quinta-feira, 20, os três cidadãos, implicados no crime de homicídio, que vitimou, em Maio do corrente ano, o inspector do Ministério das Finanças no Cuanza Sul, Rodrigo Eduardo, soube o Correio da Kianda, por meio de um comunicado tornado público pelo Serviço de Investigação Criminal, a qual este jornal teve acesso.

Será também apresentado, segundo avança a nota de imprensa, o cidadão de nacionalidade nigeriana envolvido no crime de homicídio voluntário por espancamento, em que foi vítima uma menor de oito meses de idade, ocorrido no dia 6 de Agosto, do ano corrente, na rua A, do bairro Palanca.

Eduardo Rodrigues, 35 anos, foi morto a tiro, no dia 31 de Maio, por volta das 21h, no bairro Gesso, rua das Bombas Azuis, distrito urbano do Kikolo, município do Cazenga, em Luanda, por dois indivíduos que se faziam transportar numa motorizada.

Os marginais seguiram a viatura e surpreenderam o malogrado com disparos de arma de fogo, a queima-roupa, onde uma das balas atingiu a região do tórax, registando morte imediata, sem atingirem o acompanhante que enfrenta agora um trauma psicológico, devido a forma repentina como o crime ocorreu

A morte do inspector das Finanças do Governo Provincial do Cuanza Sul, ocorreu numa altura em que a Procuradoria-Geral da República (PGR), confirmou a abertura de um processo de inquérito relacionado com o aluguer de duas viaturas para os vice-governadores daquela província, avaliadas em 191 mil kwanzas por dia, por um período de um ano.