Connect with us

Sociedade

SIC detém cidadã por interrupção ilegal de gravidez de sete meses

Published

on

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) no Uíge, deteve, terça-feira, uma cidadã de 34 anos, por interrupção ilegal de gravidez de aproximadamente sete meses.

Em declarações à Angop, o porta-voz do SIC no Uíge, Zacarias Fernando, avançou que a acusada contactou um falso enfermeiro que aplicou uma injecção com o propósito de interromper a gestação.

O oficial explicou que depois da acusada perpetrar a acção, deitou o nado morto numa lixeira.

O suposto enfermeiro, disse, encontra-se em fuga e decorrem ter sido diligências para a sua detenção.

Zacarias Fernando deu a conhecer que a cidadã alegou ter sido violada por elementos desconhecidos, razão pela qual decidiu interromper a gravidez.

A cidadã foi encaminhada ao Ministério Público para o devido tratamento que se impõe.

Por Angop