Connect with us

Lifestyle

Sem desculpas. Quatro formas de incluir o exercício físico no seu dia

Published

on

Três dias de treino moderado é o mínimo de exercício que qualquer um deve praticar para garantir uma rotina saudável. Em qualquer idade, há modalidades por que preferir. Do ginásio às corridas na rua, do yoga à natação, o que importa é por o corpo a mexer tendo em conta a sua condição física e próprio gosto pessoal.

A desculpa de ‘não tenho tempo’ não é aceite (nunca tente usá-la para se justificar a um personal trainer) mas a verdade é que há semanas ou fases mais complicadas do que outras (seja porque tem uma entrega importante entre mãos, lá no escritório, porque o seu companheiro está fora e não tem com quem dividir as tarefas associadas aos filhos ou qualquer outro aspeto do quotidiano que sabemos sobrepor-se àquela hora de treino).

A verdade é que há sempre alternativas e para que o seu corpo não se ressinta até voltar a ter aquele precioso tempo para si próprio, damos-lhe umas ideias com que facilmente incorpora alguma prática de exercício físico no seu (preenchido) dia a dia que será necessariamente melhorado desta forma.

Alongamentos: Sim, esta é uma excelente forma de começar o dia quer treine ao longo do dia ou não tenha tempo para mais. A melhor forma de garantir que alonga todos os músculos ao acordar é deixar o tapete de yoga estendido no quarto. Não tem como se esquecer, e se mal sai da cama já tem os pés em cima do tapete, o que lhe custa?

Trabalhar os glúteos e os músculos das pernas é fácil, basta que aproveite alguns momentos para ficar de pé. É certo que esta prática não é tão intensa quanto uma série de squats, mas faz a diferença para quem passa o dia sentado. Enquanto estiver numa chamada telefónica, por exemplo, fique de pé: aperte os glúteos e aplique o seu peso sobre o calcanhar ao levantar os dedos dos pés – ninguém no escritório vai achar estranho, não o estamos a aconselhar a fazer burpees nem flexões junto à secretária.

Já em casa, aproveite aqueles 10 minutos em que está à espera que a máscara facial atue (ou que o esparguete coza) para fazer alguns movimentos como squats, lunges ou levantamentos de pernas. Tudo conta!

Por fim, voltemos ao tapete de yoga: se de manhã aproveitou-o para um simples alongamento, à noite dedique mais algum tempo a esta prática ao realizar uma completa sequência de movimentos ou, caso lhe falte conhecimento nesta área, siga um tutorial no youtube. Há vídeos de uma hora ou apenas 30 minutos, por exemplo. E antes de dizer que não tem 30 minutos para este treino antes de se deitar, admita: quanto tempo fica a fazer scroll no smartphone quando se deita? Esta é uma prática desaconselhada por dificultar o sono, ao contrário do yoga que o deixa bem relaxado.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *