Connect with us

Politica

“Se Chivukuvuku regressar à UNITA poderá encontrar um lugar privilegiado”, diz David Kissadila

Published

on

O coordenador do projecto político PRA-JA Servir Angola avançou perspectivas de vir poder integrar a UNITA, nas próximas eleições, numa entrevista concedida à rádio Ecclesia, em que Abel Chivukuvuku teceu duras críticas ao Tribunal Constitucional, por ter chumbado, mais uma vez, a legalização do seu projecto político. As reações nas redes sociais não se fizeram esperar.

Em entrevista ao Correio da Kianda, nesta quarta-feira, 02, o político e especialista em políticas públicas, David Kissadila, disse “por ser a UNITA, neste momento, o único instrumento político capaz de derrubar o MPLA, o regresso de Abel Chivukuvuku ao partido do galo negro, seria um dos passos mais importantes, tanto para o político como para o país”. Convicto, Kissadila acrescenta que “se Chivukuvuku regressar à UNITA, poderá encontrar um lugar privilegiado”, afirmou.

“Abel é filho da UNITA e foi criado politicamente na UNITA, portanto, os bons filhos voltam sempre à casa, e ele encontrará de facto um lugar privilegiado para que o objectivo maior seja atingido, que é a alternância ao poder”, disse.

Uma outra voz que se junta aos que apoiam o regresso de Abel Chivukuvuku à UNITA é do analista e politólogo, Olívio Kilumbo, que julga Chivukuvuku como uma das melhores unidades politicas da praça nacional.

“É um player muito forte e muito competente do ponto de vista político; é um verdadeiro ‘animal político’”, afirma, considerando ser vergonhoso para o país, as próximas eleições não contarem com um político como Abel Chivukuvuku.

“É vergonhoso para o processo eleitoral e democrático, no geral, não poder contar com esta unidade no xadrez político nacional”, disse o analista e politólogo, acrescentando que “caso a oposição da UNITA queira que o MPLA saia, a estratégia de ver regressar Chivukuvuku à UNITA deve funcionar”.