Conecte-se agora

Desporto

Salah novamente eleito melhor futebolista de África

Egípcio bate senegalês Sadio Mané e gabonês Pierre-Emerick Aubameyang

Redação

Publicados

on

salah novamente eleito melhor futebolista de África - Salah 1 - Salah novamente eleito melhor futebolista de África

O egípcio Mohamed Salah foi esta terça-feira eleito pela segunda vez seguida melhor jogador africano de do ano, batendo o senegalês Sadio Mané e o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang.

“Não acredito que passou um ano desde a última vez que estive neste palco. Este prémio é muito importante para mim. Adoro-o porque o via em pequeno e sonhava em ganhá-lo um dia: agora é a segunda vez”, congratulou-se o avançado do Liverpool, na cerimónia que decorreu em Dacar.

Salah tornou-se o quarto jogador a erguer o troféu em dois anos consecutivos, depois dos senegaleses El Hadji Diouf (2001 e 2002) e Yaya Touré (2011 e 2012) e do camaronês Samuel Eto’o (2003 e 2004).

O avançado de 26 anos revelou-se “muito orgulhoso” do seu feito e agradeceu o prémio à “família, colegas de equipa e adeptos”, dedicando-o ao seu país, o Egito.

Segundo o site Africanews, Salah recebeu 64% do total de 194 votos, enquanto Mané, seu colega de equipa no Liverpool, teve 22%. Aubameyang, que atua no rival Arsenal, recolheu a preferência de 14%.

O pódio é exatamente igual ao de 2017, sendo que a única diferença na altura é que Aubameyang atuava nos alemães do Borussia Dortmund. O ponta de lança dos ‘gunners’ venceu o prémio em 2015 e foi segundo em 2016.

A sul-africana Chrestinah Kgatlana, melhor marcadora da Taça das Nações Africanas (CAN) de 2018, foi eleita jogadora do ano, enquanto a sua compatriota Desiree Ellis foi desiganda melhor treinadora, depois de ter conduzido a África do Sul à final da CAN, perdida para a Nigéria no desempate por penáltis.

A Nigéria foi votada como melhor equipa feminina e a Mauritânia eleita a melhor seleção masculina, enquanto o francês Hervé Renard, que dirige Marrocos, foi votado o melhor técnico do ano pela terceira por uma equipa masculina, e Achraf Hamiki, marroquino nascido em Espanha, foi distinguido como melhor jogador jovem.

Eleito pela primeira vez pelos jogadores, o ‘onze’ africano de 2018 é dominado pela liga inglesa: Denis Masinde Onyango (Uga/Mamelodi Sundowns), Kalidou Koulibaly (Sen/Nápoles), Serge Aurier (Cmf/Tottenham), Mehdi Benatia (Mar/Juventus), Eric Bailly (Cmf /Manchester United), Riyad Mahrez (Alg/Manchester City), Naby Keita (Gui/Liverpool), Thomas Partey (Gan/Atlético Madrid), Mohammed Salah (Egi/Liverpool), Sadio Mané (Sen/Liverpool), Pierre-Emerick Aubameyang (Gab/Arsenal)

 

Record

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Publicidade

Colunistas

Ana Margoso
Ana Margoso (9)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (205)

Editor

Diavita Alexandre Jorge
Diavita Alexandre Jorge (8)

Politologo

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (11)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (12)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (50)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (9)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (4)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação

© 2016 - 2018 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD