Connect with us

Luanda

Saída às ruas de zungueiras obriga GPL a pronunciar-se

Published

on

O Governo Provincial de Luanda emitiu, no princípio da tarde de hoje, segunda-feira, 22, um comunicado em resposta a saída às ruas das vendedoras ambulantes, que hoje protestaram, em marcha, contra as acções de sensibilização desenvolvidas pelo GPL, no âmbito do reordenamento do comércio na cidade capital.

Em nota, explica o Governo Provincial de Luanda, que passaram seis meses desde a aprovação da estratégia para mitigação da venda desordenada, que estabeleceu para o primeiro trimestre de 2023, como prioridade, a operacionalização do Eixo de Informação e Educação, as acções do plano de reordenamento do Comércio, que têm vindo a ser implementadas nos municípios de Belas, Viana, Cacuaco e Talatona, com os ganhos, sendo visíveis, sublinha o comunicado, em toda a extensão da Avenida Fidel de Castro Ruz e arredores.

Na nota enviada ao Correio da Kianda, o Governo Provincial de Luanda refere que na sequência do cronograma, e findo o processo de sensibilização e cadastramento, os municípios de Luanda e do Cazenga, iniciaram ontem, domingo, 21 de Maio, a implementação do Plano aprovado ao longo das Avenidas Cónego Manuel das Neves e Ngola Kiluange, bem como das ruas Rei Mandume e da Gajajeira, nos distritos Urbanos do Sambizanga e do Rangel.

Zungueiras protestam contra acções de reordenamento do comércio em Luanda

Continue Reading
3 Comments

3 Comments

  1. Luís Yassoma

    23/05/2023 at 11:51 am

    Ataquem as causas deste problema. Aliás o mesmo governo que proíbe a venda desordenada é o mesmo causador de tudo. Aliás, acções como estás já se verificaram.O Governo corre com as zungueiras semanas ou meses depois tudo volta na desordem!!!! Brincadeira!!!!

  2. Gerson

    23/05/2023 at 4:12 pm

    Olá a um máxima europeia que todos os estados do mundo devia usar principalmente os estados africanos que é.
    A prevenção de qualquer situação é muito melhor que o combate.mais vale previr do que combater. se tivessem prevenido no princípio a venda ambulante hoje não teria que combater.

    • Adilson Cristóvão

      25/05/2023 at 10:47 am

      Não conseguem conversar, fingem-se não estar e depois se pronunciam sem direito de resposta? Por isso é que temos muito problemas no país, não resolvido e mal resolvido.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *