Connect with us

Politica

SADC: Altos funcionários identificam projectos para financiamento

Published

on

O Comité Permante dos Altos Funcionários da SADC, identificaram analisaram na quarta-feira, os projectos que devem ser financiados como prioridades da organização regional no exercício de 2023 – 2024.

No encontro , o porta-voz da Cimeira SADC, Jorge Cardoso, referiu existir 129 milhões de dólares para este exercício económico e financeiro.

Jorge Cardos, sublinhou que os recursos oriundos dos Estados membros estão na ordem dos 82 milhões de dólares, equivalente a 67% do orçamento.

Na Cimeira do dia 17, segundo o responsável, os parceiros Internacionais da SADC, irão comparticipar com o remanescente de 33%.

Em Angola a Cimeira ocorre sob lema:“Capital humano e financeiro: Os principais factores para a industrialização sustentável da região da SADC”, pela República de Angola não deriva de mero acaso, mas sim, dos principais desafios e oportunidades que o país pretende alcançar, por via da estratégia e plano de acção da presidência já aprovados, e indica bem o que se espera dos cidadãos, das famílias e das instituições.

Angola assumiu inicialmente a Presidência Rotativa da SADC em 2002 e em 2011, é membro fundador da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) e partilha em conjunto com outros Estados uma série de objectivos e estratégias comuns, mas não só, visando a melhoria das condições de vida das populações de todos os estados membros.

Integram a SADC, Angola, África do Sul, Botswana, República Democrática do Congo, Lesoto, Madagascar, Malaui, Maurícia, Moçambique, Namíbia, Suazilândia, Tanzânia, Zâmbia e Zimbábue.