Connect with us

Mundo

Rússia promete vingança contra novas sanções ocidentais

Published

on

O número dois do Conselho de Segurança russo, Dmitry Medvedev, prometeu hoje que o seu país se vingará contra as sanções ocidentais anunciadas no segundo aniversário da invasão da Ucrânia pela Rússia e pela morte do opositor Alexeï Navalny.

“Que eles todos [os ocidentais] sofram para lá. Temos de nos lembrar disso, de nos vingarmos deles sempre que possível. São nossos inimigos”, escreveu o antigo Presidente russo na rede de mensagens Telegram.
Medvedev também apelou para a realização de operações secretas nos territórios dos países ocidentais, sendo que a Rússia já é regularmente acusada de operações de espionagem, influência e assassinatos ou tentativas de assassinato, que Moscovo nega sistematicamente.

É também necessário “implementar, nos seus territórios, atividades de um certo tipo, das quais não podemos falar publicamente. Na guerra como na guerra”, concluiu.

Dmitri Medvedev, que já foi considerado uma figura bastante liberal no sistema do Presidente Vladimir Putin, afirmou-se, desde o início do ataque contra a Ucrânia, como uma voz particularmente radical, nomeadamente ameaçando recorrer a armas nucleares ou invadir países que apoiam Kiev.

Biden anuncia 500 novas sanções à Rússia após morte de Navalny

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.