Connect with us

Mundo

Rússia deixará de usar dólar em relações comerciais com África

Published

on

A Rússia defende que uma moeda única do BRICS facilitará transacções entre Rússia e África, na busca por um mundo multipolar “no qual os países sejam livres para implementar o modelo económico que considerarem adequado, sem pressões externas”.

Nesta quarta-feira, 25, especialistas e diplomatas de Rússia e África do Sul se reuniram no Clube Valdai de Discussões Internacionais, na capital russa, para debater o fortalecimento das relações entre os países parceiros, fortalecidas em meio ao novo contexto geopolítico. Durante o encontro, o embaixador russo, Oleg Ozerov, disse que moedas alternativas ao dólar serão usadas para manter o ritmo das relações comerciais entre Rússia e África.

“Já sabemos bem qual a moeda que não vamos usar nas nossas relações com a África: o dólar”, disse Ozerov à Sputnik. “Isso nos abre muitas possibilidades, como o uso das moedas nacionais […] o yuan e a moeda em discussão no BRICS.”

No entanto, o embaixador acredita que a Rússia deve focar no uso de moedas nacionais nas transacções comerciais, uma vez que a moeda do BRICS é um projecto de médio a longo prazo.

“Fazer uma moeda comum para o BRICS é um projecto de longo prazo, que provavelmente não será colocado em prática imediatamente. Agora nós precisamos de uma solução rápida, que nos permita manter as relações comerciais com as repúblicas sul-africanas”, acredita o embaixador. “Precisamos trabalhar com mais convicção no uso do rublo […] e considerar o rand, que não é só a moeda nacional da África do Sul, mas de todos os países da União Aduaneira da África Austral.”

O projecto de criar uma moeda única do BRICS está em discussão desde Junho do ano passado, mas deve ganhar força em meio ao aumento do uso de sanções económicas como instrumento de pressão geopolítica por parte de países do coletivo ocidental.

De acordo com pronunciamento feito pelo presidente russo, Vladimir Putin, em Junho de 2022, o BRICS terá “uma moeda de reserva internacional com base na cesta de moedas dos nossos países“.

Esse tipo de moeda é utilizado exclusivamente para transacções comerciais internacionais, e não substituiria as moedas nacionais dos países-membros. O projecto em debate nos BRICS tem como objetivo diminuir a dependência do dólar e é similar àquele anunciado nesta segunda-feira, 23, pelos presidentes de Brasil e Argentina.

Por Sputnik

Brasil e Argentina anunciam estudos para criação de moeda sul-americana comum