Connect with us

Mundo

Robert Mugabe vota nas primeiras eleições desde o seu afastamento

Published

on

O antigo Presidente do Zimbabué Robert Mugabe votou hoje nas primeiras eleições do país desde que foi afastado do cargo que ocupou durante 37 anos.

Com dificuldades a andar, o antigo chefe de Estado, de 94 anos, elevou o punho para os apoiantes que o aplaudiam à chegada à assembleia de voto.

Caminhou depois devagar para a mesa de voto e foi ajudado pela mulher a entrar na cabine.

Mugabe, que foi afastado pela pressão militar em novembro, reapareceu no domingo ao fim de meses ausente para dizer que não iria votar no partido que controlou durante anos.

Numa conferência de imprensa, Robert Mugabe deu a entender que votaria em Nelson Chamisa, líder do principal partido da oposição, o Movimento pela Mudança Democrática (MDC) e seu inimigo histórico.

“Não posso votar naqueles que me têm maltratado, farei a minha escolha entre os outros 22 candidatos”, acrescentou.

“O que resta? Chamisa”, declarou, referindo-se ao líder do MDC.

Os eleitores zimbabueanos estão hoje a votar pacificamente nas primeiras presidenciais sem Robert Mugabe no boletim de voto.

O Presidente do Zimbabué, Emmerson Mnangagwa, que já votou, pediu hoje que o país permaneça em paz durante as eleições presidenciais, enquanto o líder da oposição disse tratar-se de um “ótimo dia” para o país.

“Somos um só povo, com um sonho e um destino. Afundaremos ou nadaremos juntos”, escreveu o Presidente.

Nelson Chamisa líder do Movimento para a Mudança Democrática (MDC-T, na sigla inglesa) e principal opositor de Mnangagwa, foi recebido com assobios e aplausos ao votar nas eleições históricas do país.

Ex-ministro e atual líder da oposição no Zimbábue, Chemisa considerou que é um “ótimo dia” para o país que vai às urnas.

 

C/ LUSA

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *