Connect with us

Politica

RNA: Ministro reitera papel de informar e formar a sociedade para resgate dos valores e cultura angolana

Published

on

O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira, reiteirou hoje a necessidade da Rádio Nacional de Angola em continuar a desempenhar o seu papel de serviço público de informação bem como da formação das populações para a elevação da cidadania e princípios da cultura angolana.

A informação consta de uma mensagem de felicitação endereçada aos trabalhadores, bem como aos seus familiares, a propósito do 5 de Outubro, que hoje se comemora como dia da Rádio Nacional de Angola.

Em nota de felicitações que o correio da Kianda teve acesso, o ministro  reiterou ao Conselho de Administração e funcionários do Grupo Rádio Nacional de Angola a continuidade no apoio para a modernização da Rádio, reforçando e ampliando o seu papel de prestação de serviço público de informação, mas também e sobretudo, de formação das populações, de elevação da cidadania e de resgate dos valores e princípios da cultura angolana.

 Lembrar, que  foi com a visita do primeiro Presidente da República, António Agostinho Neto, a 5 de Outubro de 1977, que esta data passou a ser considerada como o dia da Rádio Nacional de Angola.

A emissão da  RNA, na altura, já cobria grande parte do território nacional. Este facto foi exaltado pelo presidente Agostinho Neto durante a sua intervenção na sede da RNA, em Luanda.

O Fundador da Nação disse que foi graças aos esforços dos profissionais daquela casa de rádio que, “se tem ouvido a voz da Rádio Nacional numa grande parte da superfície de Angola”.