Connect with us

Politica

“Revús” enaltecem desempenho da Polícia Nacional

Published

on

O auto intitulado movimento revolucionário, responsável pela manifestação de sábado último, 26, que visou, segundo eles, protestar contra os altos níveis de desemprego em Angola, considerou exemplar, excepcional e assinalável, a actuação da Polícia Nacional durante a manifestação realizada no Largo das Heroínas, em Luanda.

Num dispositivo considerável, os homens da farda azul nada mais fizeram do que posicionar às forças em ângulos considerados fundamentais na segurança dos próprios manifestantes.

No decurso dos protestos, pronunciaram-se alguns organizadores, como é caso do jovem Kambolo Tchaka Tchaka em entrevista à Voz de América, cujo video o GCII/MININT teve acesso.

“Está a correr tudo bem e como estava previsto. A polícia está a fazer o trabalho dele e sem impedir ninguém”, frisou.

Um outro jovem que esteve na manifestação ouvido pelo GCII/MININT é Francisco Teixeira, presidente do Movimento dos Estudantes Angolanos (MEA).

Para Francisco Teixeira, a polícia foi excepcional. “A polícia esteve muito bem. Não tenho palavras para descrever a forma tão educada como os agentes asseguraram a manifestação. Pensamos que devemos fazer chegar essa nossa opinião ao Comandante Geral da Polícia. Estão de parabens”, rematou, Francisco Teixeira.

De referir que o asseguramento da manifestação esteve a cargo do Comando Provincial de Luanda e contou com forças policiais mistas, bem como de outros serviços do Ministério do Interior, nomeadamente o SIC.