Connect with us

País

Réus do “Processo 37” correm perigo na Comarca de Viana

Published

on

O advogado Sebastião Assurreira, que falou em “tentativa de esfaqueamento” de que foi alvo um dos réus, por elementos desconhecidos alegadamente introduzidos na cadeia Comarca de Viana, Luanda, “atentaram” contra a vida dos réus.

“Isto aconteceu no último domingo, com o réu Paulo Lukamba, que escapou a ser esfaqueado por elementos estranhos introduzidos na penitenciária. E foram avisados de que correm o risco de serem mortos lá mesmo no estabelecimento prisional de Viana”, denunciou o advogado.

Diante da situação, acrescentou que os réus, em prisão preventiva há cerca de um ano, foram orientados pela defesa a não permanecerem em locais isolados, para evitar outros “ataques” do género, situação que os advogados pretendem averiguar esta quinta-feira, junto da direcção da Cadeia Comarca de Viana.

“Quase todos os réus estão em risco e eu orientei que não ficassem isolados tal como aconteceu com o réu Paulo Lukamba, que só não foi esfaqueado porque o seu companheiro surgiu no momento. As forças prisionais não deram nenhuma informação, daí que vamos nos descolar ao estabelecimento prisional para aferir o que se passou de facto”, acrescentou.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas