Connect with us

Sociedade

Retomado julgamento de antigo embaixador da Etiópia

Published

on

A audiência do julgamento do antigo embaixador de Angola na Etiópia retomou esta segunda-feira, 29, no Tribunal Supremo. Arcanjo do Nascimento é acusado pelo Ministério Público da prática do crime de peculato.

No processo Nº 18/20, que conta com 15 declarantes, foram ouvidos a cidadã etíope Nardos Guerbreyesus, proprietária da empresa NIBRAS PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, o actual Embaixador de Angola nos Estados Unidos da América, Agostinho Van-Dúnem, que na altura dos factos exercia a função de Secretário-Geral do MIREX, e ainda Jorge Rufino, então técnico do Ministério das Obras Públicas.

Na sua declaração, a empresária etíope afirmou que a sua empresa recebeu nas contas do banco BCI e BCA, da firma ANJ Construção, detida pela Senhora Arseb, através de uma conta domiciliada em Djibuti, 2 milhões e 500 mil dólares para a compra de um apartamento no Dubai, para a Embaixada de Angola no Dubai em 2014/2015.

Segundo a declarante, o apartamento custou aproximadamente um milhão e 65 mil e novecentos dólares, tendo o remanescente sido destinado a compra de cabos, armários de cozinha, cabos para obras na Embaixada de Angola na Etiópia e material de construção para a empresa ANJ construção.

A testemunha declarou, que fruto da sua amizade, emprestou em 2014, cerca de 260 milhões de kwanzas e 350 mil dólares ao ex-embaixador Arcanjo do Nascimento e que o mesmo pagou 350 mil dólares, faltando apenas parte do valor em kwanzas, avançou o Tribunal Supremo, no Facebook.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.

Colunistas