Connect with us

Justiça

Retoma do combate à corrupção coloca bens de Tchizé dos Santos e irmão na mira da PGR

Published

on

A Procuradoria Geral da República, por meio do Serviço Nacional de Recuperação de Activos, solicitou, com carácter de urgência,   informações sobre imóveis em condomínios localizados em Luanda, registados em nome de várias empresas, incluindo duas detidas por Tchizé dos Santos e Coreón Dú.

Através de um ofício a que o Correio da Kianda teve acesso, o Serviço Nacional de Recuperação de Activos enumera as  empresas Westside Investments e Semba Comunicações, que tinham como sócios, Tchizé dos Santos e José Eduardo Paulino dos Santos “Coréon Dú”, ambos que geriram o canal 2 da Televisão Pública de Angola (TPA), até a administração da cadeia pôr fim ao contrato, em 2018.

Da lista do ofício do Serviço Nacional de Recuperação de Activos – da Procuradoria Geral da República, datado de 16 de Fevereiro, fazem ainda parte as empresas, Marina Baía Yacht Club, apontada como estando ligada à filha do ex-presidente José Eduardo dos Santos, Welwitchia Tchize dos Santos, Mar & Yates, além da Fraxa Service e Brefaxa & Filhos, em que a mesma alega-se ter ligações, em conjunto, com outros sócios.

Combate à corrupção atinge altas figuras do Estado

Colunistas