Connect with us

Luto

Restos mortais de França Van-Dúnem vão a enterrar esta segunda-feira

Published

on

Os restos mortais de França Van-Dúnem, ex Primeiro-ministro angolano vão esta segunda-feira, 17, a enterrar, no Cemitério do Alto das Cruzes, em Luanda.

O académico faleceu, no dia 12 do corrente mês, em Lisboa, Portugal, vítima de doença aos 89 anos. Esta manhã decorreu a missa do corpo presente.

Em declarações, hoje, no espaço “Revista de Imprensa”, da Rádio Correio da Kianda, o jurista e político Mfuca Muzemba, destacou o vasto legado de França Van-Dúnem.

Muzemba realçou ainda a sua dimensão em instituições internacionais e lembra que França Van-Dúnem teve um momento desafiador enquanto primeiro-ministro.

Nascido a 24 de Agosto de 1934, em Luanda, Fernando José de França Dias Van-Dúnem, diplomata de carreira, foi Embaixador de Angola em Portugal e na Bélgica, Vice-ministro das Relações Exteriores e Ministro da Justiça.

Foi, igualmente, Primeiro-Ministro por duas vezes, entre 1991 e 1992 e de 1996 a 1999, bem como presidiu à Assembleia Nacional de 1992 a 1996.

Além de deputado, foi Professor Catedrático e titular na Universidade Católica de Angola. Na arena internacional, França Van-Dúnem foi, entre 1982 e 1986, embaixador de Angola em Portugal e Espanha, depois de ter desempenhado essas funções, entre 1979 e 1982, na Bélgica, Países Baixos e Comunidade Económica Europeia, actual União Europeia

Foi vice-presidente da então Organização da Unidade Africana – OUA, membro do Parlamento Pan-africano e responsável pela sua administração, em Adis Abeba, Etiópia. França Van-Dúnem foi também Primeiro Vice-presidente do Parlamento Pan-africano.

Escute as declarações no Jornal da Tarde, da Rádio Correio da Kianda.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *