Connect with us

Mundo

República Democrática do Congo anuncia quatro mortos por ébola

Redação

Published

on

O ressurgimento do vírus Ébola na República Democrática do Congo já fez quatro mortos desde dia 07, afirmaram as autoridades de saúde, que dizem que a população se recusa a adoptar medidas que podem travar a progressão da epidemia.

Desde aquela data, foram diagnosticados seis casos, afirmou o ministro regional da Saúde da província de Nord-Kivu, no leste do país, Eugène Syalita, referindo que “algumas famílias recusam categoricamente deixar que as suas casas sejam desinfectadas” e acatar outras recomendações relativas aos enterros de mortos infectados.

A pior epidemia de Ébola no país, a décima, foi declarada em Agosto de 2018 e só foi dada como terminada em 2020 por causa da insegurança provocada pelos grupos armados activos no país e por causa da resistência das populações às medidas sanitárias aplicadas para combater a doença.

Provocou mais de 2.200 mortos e é considerada como a mais grave da história do Ébola na República Democrática do Congo desde que a doença apareceu, no ano de 1976.

O vírus Ébola transmite-se aos seres humanos através de animais infectados e entre seres humanos o contágio ocorre através de fluidos corporais, manifestando-se com febre, vómitos, hemorragias e diarreia.

Por Lusa

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (83)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (15)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2020 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD