Connect with us

Mundo

Relatório denuncia mais de mil casos de abuso sexual na Igreja Católica Suíça

Published

on

Um relatório abrangente sobre abusos sexuais cometidos por padres e outras pessoas dentro da Igreja Católica na Suíça, revela a ocorrência de mais de mil casos desde meados do século XX.

Divulgado esta terça-feira, 12, o relatório foi desenvolvido durante um ano, encomendado pela Conferência dos Bispos Suíços e liderado por duas historiadoras da Universidade de Zurique.

O relatório oferece uma visão profunda e detalhada dos casos de abuso e de assédio sexual cometidos na igreja helvética, que se torna no caso mais recente dos escândalos que têm assolado a Igreja Católica em todo o mundo.

Em comunicado, as autoras do estudo informam que identificaram 1.002 situações de abuso sexual incluindo casos em que existem acusações contra 510 pessoas.

Entre outras conclusões, o estudo revela que mais de metade (56%) dos casos de abuso sexual envolveram homens ou rapazes, cerca de 39% das vítimas eram mulheres ou raparigas e, sobre os restantes 5%, o relatório não identifica as vítimas por género.