Connect with us

Sociedade

Registados mais de 19 mil casos de malária no Golungo Alto

Published

on

O hospital municipal do Golungo Alto, na província do Cuanza Norte, atende diariamente mais de duzentos pacientes com várias patologias.

De Janeiro a Agosto do ano em curso foram registados mais de 19 mil casos de malária, sendo as crianças as mais afectadas pela doença.

A referida unidade de saúde, que tem a capacidade de internamento para 70 pacientes, tem como a patologia mais frequente a malária e a febre tifóide.

“Temos a malária que tem um quadro mais acentuado, mas há também as infecções urinárias e a febre tifóide com taxas altas”, referiu.

Segundo o director municipal do referido hospital, Celso Tandala, nos últimos dias houve uma redução de novos casos por malária, fruto de um trabalho feito pelas autoridades locais, que reforçaram os métodos de prevenção da doença nas áreas urbanas e rurais do Golungo Alto.

“Há um esforço muito grande e redobrado da equipa médica e de enfermagem concernente aos anos anteriores. Vimos que os outros anos tivemos mais de sete casos e hoje estamos em sete mortes sinceramente há redução”, salientou.

Celso Tandala lamentou o facto de que muitos pacientes antes de recorrerem ao hospital visitam outras casas como curandeiros e ao chegar lá, por falta de formação do mesmo, acabam por piorar.

Colunistas