Connect with us

Economia

Região do Muangai conectada ao resto do mundo a partir desta quarta-feira

Published

on

A localidade do Muangai, província do Moxico, passa a estar ligada com o resto do país e do mundo, a partir desta quarta-feira, 03, através do projecto Conecta Angola, que utiliza as capacidades do satélite angolano Angosat-2.

O anúncio foi feito nesta terça-feira, 02, em Luanda, pelo ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Augusto Oliveira, quando procedia ao discurso de abertura da terceira edição da Conferência Newspace Africa 2024, que acontece pela primeira vez num país da região austral do continente.

A partir de hoje, passa a ser possível contactar qualquer cidadão residente naquele município por via telefônica. O ministro Mário Oliveira disse que a ligação de todos os pontos do país é objectivo do Governo, no quadro da promoção do desenvolvimento socioeconómico.

“O desenvolvimento do projecto Conecta Angola tem sido uma grande alavanca para o aumento da literária digital e a aproximação das populações angolanas que vivem em zonas remotas, aos órgãos centrais da Administração do Estado e o apoio na Educação, ensino, estando a beneficiar neste momento mais de 20 mil angolanos. Aproveito a oportunidade para anunciar a entrada em serviço de mais um ponto Conecta Angola, na província do Moxico, mais concretamente no Muangai”, afirmou.

Já o administrador para Área Técnica da Infrasat, Kamuana Monteiro, disse que a inauguração do ponto Conecta Angola faz parte do programa do Governo para atender as necessidades dos cidadãos.

“O Conecta Angola é um projecto que leva comunicações para áreas recônditas. Sabemos que possuímos um país que tem uma dimensão de 1.246.700 Km2, os meios de comunicação tradicionais – cabo de fibra óptica e sistema de micro-onda, – até chegarem às zonas recônditas leva muito tempo e o investimento é muito avultado. Com o satélite, nós conseguimos chegar nesses pontos mais rapidamente”, disse, acrescentando que trata-se de aumento de diversidade de meios e formas de comunicação às populações, juntando-se assim as outras.

Já o porta-voz da empresa Space Africa, Temidayo Oniosum, que organiza, em parceria com a União Africana a conferência que decorre em Luanda, disse à imprensa, no final do primeiro dia da actividade, que o Angosat-2 vai melhorar o sistema agrícola no país.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *