Connect with us

País

Refinaria de Luanda vai permitir poupar 300 milhões de dólares por ano

Published

on

O País,  vai poupar 300 milhões de dólares por ano, e  reduzirá a importação de gasolina em 15%, fez saber  hoje,  o Ministro dos Recursos Minerais Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo.

Diamantino Azevedo referiu, quando falava á imprensa, momentos depois da inauguração do novo Complexo da Refinaria de Luanda, inaugurado pelo Presidente da República, João Lourenço.

O  Ministro,  destacou,  o facto de o complexo aumentar a capacidade de produção da refinaria quatro vezes mais, saindo de 395 mil litros/dia para um milhão e 580 litros.

Realçou, Diamantino de Azevedo,  que o Plano de Desenvolvimento Nacional (PND 2018-2022) para o sector petrolífero inclui um objectivo que visa garantir a auto-suficiência de produtos refinados através da construção de novas refinarias e a ampliação da Refinaria de Luanda.

O ministro disse que, embora a meta referente ao objectivo determinasse que até 2022 começaria a construção de pelo menos uma refinaria e ampliação da Refinaria de Luanda, “podemos anunciar que efectivamente iniciamos a construção da refinaria de Cabinda, do Soyo, do Lobito, começamos e concluímos a ampliação da Refinaria de Luanda.

Com a entrada em funcionamento do complexo, continuou, o país terá ganhos significativos com realce para o aumento substancial da produção de gasolina e o incremento da oferta do produto no mercado nacional, redução das importações e diminuição do dispêndio de divisas para o Estado, bem como a melhoria da qualidade da gasolina e benefícios de natureza ambiental.