Connect with us

Desporto

Red Bull ameaça deixar a Formula 1

Published

on

Helmut Marko admite que a equipa pode vir a virar as atenções para as 24 horas de Le Mans.

Helmut Marko, consultor da Red Bull, ameaçou, esta quarta-feira, com a possibilidade de a equipa vir a deixar a Formula 1 no final da temporada de 2020, quando termina o atual contrato com a Honda.

Numa entrevista concedida ao portal Autosport, o ex-piloto austríaco tentou, desta maneira, pressionar a Liberty Media, empresa que detém a propriedade da prova, a levar a cabo uma ‘revolução’ nos regulamentos.

“Temos um acordo até 2020. Enquanto não houver regulação dos motores nem Acordo de Concorde, nem a Red Bull, nem a Honda, vão tomar uma decisão. No entanto, não iremos, certamente, tornar-nos dependente mais uma vez, como no passado”, atirou.

Helmut Marko recorda algumas “promessas” da Formula 1 que não foram respeitadas nas últimas temporadas e admite que, em alternativa, a Red Bull poderá voltar as atenções para as 24 horas de Le Mans com o Aston Martin Valkyrie.

“Parar é uma opção. Ou fazer outra coisa, outra prova de automobilismo. Com o Valkyrie, Le Mans poderia ser uma opção, com regras de hipercarros. Já o fizemos e é um sucesso sensacional. Os carros esgotaram imediatamente. É outro bom pilar da Red Bull Technologies”, rematou.

NOTÍCIAS AO MINUTO 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *