Connect with us

Politica

Recomeçou a luta pelo poder no seio dos partidos políticos da oposição

Published

on

Um congresso extraordinário deve ser realizado em 2018, na província de Luanda, pela Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) para, entre outros aspectos, reflectir sobre o funcionamento das estruturas partidárias.

O anúncio foi feito hoje ao Correio da Kianda, por Ndonda Nzinga, um dos membros do Bureau Político daquele partido.

O conclave deverá servir também para a revisão dos estatutos do partido, nos termos das recomendações do IV congresso da FNLA, realizado em 2015, na província de Luanda.

Ndonda Nzinga diz ainda que Lucas Ngonda não deve ter medo de um encontro com todos os militantes verdadeiros da FNLA.

E no PRS o candidato derrotado Sapalo António considera que o congresso não cumpriu as normas do partido e acusa o actual presidente, Benedito Daniel, de ter sido o mentor das irregularidades.

Por isso, o político procura junto do Tribunal Constitucional impugnar os resultados do IVº Congresso Ordinário do seu partido, o facto já mereceu a reação do Porta-Voz do PRS, Manuel Ribaia.