Connect with us

Sociedade

Realizador Mawete Paciência acusado de apropriar-se do filme “Marcação cerrada”

Published

on

O realizador de filmes angolanos, conhecido nas lides cinematográficas por Mawete Paciência, está a ser acusado por um escritor de filmes, Oliveira Pedro Sebastião, também conhecido pela lídes cinematográficas por Van Damme, de apropriar-se do filme “ Marcacão Cerrada”. Uma série, que tinha como foco, retratar as ações da Policia Nacional no combate ao crime organizado, com destaque para os assaltos á mão armada, e o tráfico de drogas.

Em entrevista ao Correio da Kianda, Van-Damme, diz ser o autor do filme “ Marcacão Cerrada”,  e que Mawete Paciência terá abusado da sua confiança para passar-se como dono e autor do filme , divulgando uma parte da obra-cinematográfica, como publicidade em Tvs, com a sua assinatura apenas, deixando de lado Van Damme, autor e escritor do filme, como se de um mero “figurante” se tratasse.

“ O filme é meu, e fui eu quem escrevi a história, e aquilo norteava-se propriamente em tudo que são as ações da Policia do nosso quotidiano. Disse Van Damme, ao Correio da Kianda.
Van Damme crescenta, que recorreu a Mawete Paciência na condição de amigo de longa data, e, que por ter experiência em gravação de filmes, pediu que o ajudasse na produção. Um pedido, que resultou em um acordo entre as partes, mas que não chegou a ser cumprido por Mawete, logo depois de um meio caminho feito de gravação.

“ Depois de termos gravado o projecto piloto, o Mawete conseguiu um patrocinador, que é a Clé, e foi apartir dali que ele passou a me fugir, mas como eu já conheço este lado dele negativo, tive que me fazer de burro, para puder ver até onde ele queria chegar. Eu fui ter com ele para lhe dizer que o filme não era dele, por isso não poderia intitular-se como sendo dono do filme. Explicou!

Perante as acusações, o Correio da Kianda contactou o realizador de filme Mawete Paciência, que não aceitou pronunciar-se sobre o caso, tendo avançado apenas que por causa deste desentendimento, devolveu todo o projecto ao escritor de filmes Oliveira Pedro Sebastião, também conhecido por Van Damme.

A produção do filme, contou com a parceria do Comando Geral da Policia Nacional. Uma série de 15 capítulos, que seria uma réplica de narração, de cenas de assaltos e roubos protagonizados por meliantes na via pública, em residências e em instituições públicas e privadas.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *