Connect with us

Mundo

RDC regista mais 12 mortes por varíola dos macacos

Published

on

A República Democrática do Congo registou mais de 12 mortes por varíola dos macacos e 427 casos suspeitos, segundo relatórios das autoridades sanitárias publicados esta semana pela imprensa local.

De acordo com a chefe de operações do sistema de gestão de incidentes do Programa Nacional de Combate à Varíola Macaca e à Febre Hemorrágica Viral, Cris Kacita, a doença está presente em 13 das 26 províncias do país e Equador continua como o de maior incidência.

Sendo que durante a vigésima segunda semana epidemiológica (de 27 de Maio a 2 de Junho), foram detectados três casos em Kinshasa, na zona sanitária de N’sele, dois dos quais estão hospitalizados e mantêm boa evolução, enquanto a terceira pessoa escapou do centro de tratamento, segundo a Agência Congolesa de Imprensa.

Só nesse período o Equador registou 164 casos suspeitos e cinco óbitos, razão pela qual continuam a crescer as estatísticas desastrosas, que até Abril passado ascendiam a 241 óbitos e três mil casos da doença.

A RDC está actualmente entre os países mais afectados pela Mpox, registando 14.600 casos e 654 mortes no ano passado.