Connect with us

Mundo

RDC: passivos e activos de Fayulu e Katumbi nas eleições de 2023

Published

on

Sobre dois dos três principais candidatos à presidência da República Democrática do Congo pesam alegações de lesa pátria, por alegadamente terem duplas nacionalidades.

Apesar ser apontado como o possível sucessor de Antoine Félix Tshisekedi, Martin Fayulu é acusado por casar com uma cidadã camaronesa, por sinal filha da antiga estrela do futebol africano Samuel Eto’o. O que os congoleses conservadores não perdoam, e pesa confiar o poder ao político da ECIDE.

Enquanto isso, o político mais rico da República Democrática do Congo está a ser apontado como sem identificação congolesa. Moise Katumbi investiu mais de 4 mil milhões de dólares para atrair os eleitores, mas, segundo os nossos interlocutores, o político “não reúne moral para dirigir o país por muitas nacionalidades, dentre algumas, zambiana, lado materno e israelita parte paterna”, disseram.

Alega-se, igualmente, que Moise Katumbi tem um dos filhos deputado na República da Zâmbia, esses factores poderão pesar a desfavor do político e empresário.

Acompanhe a cobertura completa das eleições na RDC, na Rádio Correio da Kianda, em 103.7 FM para Luanda, e no portal www.correiokianda.info.

Por Queirós Chilúvia, directo da República Democrática do Congo 

Mais de quarenta milhões de congoleses vão eleger o futuro presidente da RDC

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.