Connect with us

Mundo

Quinze mortos após ataques no oeste do Sudão

Published

on

Quinze pessoas morreram e quarenta outras pessoas ficaram feridas num ataque lançado domingo pelo grupo paramilitar Forças de Apoio Rápido na aldeia de Al Rahmaniyah, no oeste do Sudão, anunciaram os comités de resistência da região.

Em comunicado, os comités acusam as Forças de Apoio Rápido de terem atacado Al Rahmaniyah, a noroeste de Umm Rawaba, no estado do Cordofão do Norte, “resultando na morte de pelo menos 15 pessoas, no ferimento de mais de 40 pessoas, no incêndio de várias casas e na deslocação de cidadãos depois de as suas propriedades terem sido saqueadas”.

Segundo os comités, que constituem uma rede informal de vizinhança criada em 2013 para apoiar a população nos múltiplos conflitos internos, os paramilitares anunciaram domingo que tinham reforçado o seu controlo sobre a zona de Umm Rawaba, numa publicação nas redes sociais.

A cidade de Umm Rawaba está a assistir a uma grande vaga de deslocações para norte e leste da cidade, “devido ao caos que prevaleceu após os combates que tiveram lugar em 07 de maio entre o exército e os paramilitares”, escreveram.