Connect with us

Reportagem

“Que saibamos aproveitar esta infra-estrutura para que não seja um elefante branco” – Bispo Católico

Published

on

No final da inauguração do Novo Aeroporto Internacional de Luanda, Dr. António Agostinho Neto, o Correio da Kianda ouviu a opinião de diversas individualidades, quanto a imponente infra-estrutura, hoje inaugurada.

O Bispo da Igreja da Católica, Dom Maurício Camuto, foi um dos entrevistados por este jornal. Questionado, o prelado, defendeu esta sexta-feira, a necessidade de se valorizar mais o novo aeroporto, para que, segundo referiu, “não se torne um elefante branco ou uma obra morta”.

“Oxalá saibamos aproveitar esta estrutura, explorá-la bem, com todos os serviços necessários, para que não seja um elefante branco ou uma obra morta”, disse.

O bispo católico da diocese de Caxito mencionou como referência os estádios de futebol, como sendo “grandes obras erguidas, mas que hoje, “não estão a dar o que deveriam dar”.

“Que este aeroporto possa dar de facto aquilo que nós esperamos ou que todo mundo espera, que não só os angolanos, mas também os estrangeiros que passarem por Angola”, concluiu.