Connect with us

Sociedade

Publicidade: “temos como desafio a formação de alto nível de quadros nacionais”

Published

on

“A formação de alto nível em publicidade é um dos nossos grandes desafios”, declarou, o Director Nacional de Publicidade, nesta quinta-feira, 09, em Luanda.

“É urgente se investir na formação de quadros nacionais para diminuir a dependência de mão-de-obra estrangeira”, disse José Cuato, à margem da cerimónia de tomada de posse dos novos responsáveis da Associação Angolana de Empresas de Publicidade e Marketing (AAEPM).

Segundo o gestor, a falta de pessoal capacitado no sector tem feito com que algumas empresas angolanas tenham que recrutar profissionais no estrangeiro. Ultrapassar este cenário, através da formação, é um “dos grandes desafios da nossa gestão”, reforçou, José Cuato.

Também pretendemos “continuar a estimular a produção nacional de conteúdos de publicidade, reduzindo, de certa forma, alguma dependência do exterior”, avançou, em declarações publicadas pela ANGOP.

Por sua vez, o presidente recém empossado, da AAEPM, Bruno Ricardo, informou que “a associação, neste mandato, tem um programa orientado para inclusão, na melhoria da qualidade dos serviços prestados pelo sector, para responder a dinâmica que o mercado vem estado a mostrar nos últimos tempos”.

Criada em Dezembro de 2018, a Associação Angolana de Empresas de Publicidade e Marketing (AAEPM) conta com cerca de 60 empresas associadas, entre agências de publicidade, produtores audiovisuais, empresas de média exterior, auditores de comunicação e empresas de relações públicas.

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, a profissional actua no mercado de comunicação há 18 anos. Iniciou a sua carreira em 2004, apresentando um programa de rádio e logo migrou para a comunicação digital, para a impressa e, posteriormente, a institucional. Tem vasta experiência como web journalist, criação e gestão de redes sociais, tendo participado dos projectos de desenvolvimento de diversos sites, blogs e redes sociais governamentais, privados e do terceiro sector. Reside em Luanda desde 2012, tendo trabalhado como jornalista no portal de notícias Rede Angola, como assessora de imprensa e directora de Comunicação e Operações nas Agências NC - Núcleo de Comunicação e F.O.T.Y, atendendo diversos clientes governamentais e privados. Actualmente trabalha como editora do portal Correio da Kianda.