Connect with us

Partidos Politicos

PRS defende Autarquias em todo país e financiadas pelo Estado

Published

on

Soliya Selende, secretário provincial do partido PRS no Huambo, fez saber que os Renovadores Sociais, sob presidência de Benedito Daniel, encerrou a IIª Reunião Ordinária do Comité Nacional, com maior pendor na observação da vida interna do partido, preparação e organização do processo eleitoral autárquico, tendo em atenção a situação política e social de Angola.

Do esboço apresentado pelo partido, a disciplina foi apontada como factor primordial para que se prevaleça à união e preservação dos princípios e valores do PRS.

Soliya aconselhou os membros da sua agremiação a ter em conta a união interna, com fim de concretizar os objectivos preconizados, que, continuou, é o objectivo do PRS para melhor governar Angola.

Por outra, os Renovadores apelam aos militantes e simpatizantes para que haja confiança nos líderes e nas suas ideias, que estão assentes no progresso e federalismo.
Na voz do secretário daquele mesmo partido, durante o seu discurso no encerramento da reunião ordinária que teve decorreu em no bairro capalanga em Viana, foram ouvidas alguns recados para o partido no poder.

O PRS apelou, aos seus seguidores a redobrarem esforços para o dinamismo político, apelando ao partido no poder a ter atenção ao povo angolano, aos partidos políticos, às igrejas e à sociedade civil, evitando a institucionalização das autarquias em Angola, que pode agudizar o êxodo populacional, que “trará” mais sofrimento, para além de aumentar às assimetrias regionais.

Renovadores defendem consenso para devolução do poder ao povo
PRS defende Autarquias Universais e que devem ser financiadas pelo Estado

Benedito Daniel é de opinião que os agentes políticos devem procurar consenso com todas as camadas da sociedade, tendo em conta às sensibilidades das autarquias na devolução do poder ao povo.

“As eleições devem ser universais e realizadas em todo o território Nacional, financiadas pelo Governo, sem exclusão de candidaturas”, defendeu.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas