Connect with us

Politica

PRS acata decisão do TC e suspende V Congresso

Published

on

O PRS disse nesta sexta-feira que vai acatar a decisão do Tribunal Constitucional em se abster em realizar o V Congresso nos termos do acórdão 880/2024. Reconhece, igualmente,  que a sanção que afastou Sapalo António da corrida à presidência foi inconstitucional.

A afirmação foi feita na tarde desta sexta-feira, 29, pelo Secretário-geral do Partido, Rui Malopa.

O político disse que o conselho Político e o Comité Nacional poderão reunir sábado e domingo, respectivamente, para apreciar o acórdão 880/2024, e decidir os próximos passos.

Rui Malopa avançou também que a decisão do TC não anulou a realização do V Congresso, embora o PRS não concorde com alguns aspectos constantes no acórdão, por entender que o único facto que dá azo a decisão é o afastamento do militante requerente.

O politólogo Luís Paulo Ndala entende que a intenção de Benedito Daniel é realizar um congresso em que seja único candidato, tendo em conta as alegadas fraquezas do actual líder do PRS.

Ndala entende que a fragilidade do presidente Benedito, tendo em conta a sua fraca acção política, não obstante os elementos suficientes tornados públicos pelo Tribunal Constitucional, mas a falta de capacidade mobilizativa.

O politólogo sugere que uma possível salvação de Benedito Daniel é realizar um acto político de massas para demostrar a sua força política. O académico diz que o líder do PRS corre o risco de perder credibilidade em caso de duas guerras, uma no tribunal e, a outra com os seus companheiros, pelo que sugere colocar o lugar a disposição.

De recordar que o Partido de Renovação Social (PRS) chamou nesta sexta-feira a imprensa para reagir a decisão do Tribunal Constitucional que intimou o partido para não realizar o V Congresso, por violações constantes na providência cautelar apresentada pelo militante Sapalo António.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *