Connect with us

Politica

Protecção e cuidado dos idosos deve ser prioridade das agendas das famílias, diz Ministério 

Published

on

Assinala-se, hoje, 15 de Junho, o dia mundialmente consagrado a Consciencialização e Combate à Violência contra a Pessoa Idosa, razão pela qual o Ministério da Acção Social Família e Promoção da Mulher (MASFAMU), defende que as famílias devem colocar na sua agenda de prioridades, a protecção e cuidado dos idosos, como forma de garantir a preservação das boas práticas de convivência.

De acordo ainda com aquele departamento ministerial, apesar do abalo que a estrutura familiar vem sofrendo, desde 2014, por conta da crise económica, agora agravada pela pandemia da covid-19, não pode “servir de motivo para a desvalorização desta importante figura, o pilar familiar na perpectuação das boas práticas de convivência, daí que a sua protecção e cuidado deve ser uma prioridade na agenda familiar e na sociedade em geral”.

Como forma de contornar esta situação, o MASFAMU informa que um conjunto de políticas em prol da família e da terceira idade, está a ser implementado, através do Programa Nacional de Valorização da Família e Reforço das Competências Familiares, promove a Campanha Nacional de Valorização da Terceira Idade sob o lema “Conte a Sua História” que visa valorizar a terceira idade, enquanto pilar na transmissão de valores morais éticos, cívicos, culturais e patrióticos.

O comunicado do MASFAMU, enviado ao Correio da Kianda apela, no entanto à maior valorização “desta franja da sociedade por ser uma fonte de saber e de conhecimento sendo considerada uma biblioteca viva, que deve ser aproveitada para a passagem de testemunhos e modelos de conduta, comportamento e experiências de vida”.

Por ultimo, apelas às pessoas a considerarem o seio familiar como o “lugar da pessoa idosa”, pelo que às casas de acolhimento das pessoas idosas, deve ser visto como última opção na cadeia de apoio e proteção a este seguimento da nossa sociedade.

15 de Junho foi instituído em 2006 pela organização das Nações Unidas e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência a Pessoa Idosa, como dia Mundial consagrado a Consciencialização e Combate à Violência contra a Pessoa Idosa, com o objectivo estimular a reflexão sobre questões sociais sensíveis que visem para acabar com a violência contra a pessoa idosa.

O governo angolano, através do respectivo departamento ministerial, apela a sociedade a denunciar de quaisquer acto de violência contra à pessoa idosa ou que põem em causa a sua dignidade seja psicológica, física, patrimonial ou sexual.

Colunistas