Connect with us

Economia

Prorrogado concurso de privatização da Multitel

Published

on

O Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE) estendeu o prazo de submissão de candidaturas para o concurso público de privatização referente à alienação da participação social de 90% na sociedade Multitel – Serviços de Telecomunicações, Lda., prorrogando até às 15h30 do dia 01 de Abril de 2022.

Inicialmente, o prazo de submissão de candidaturas era até o dia 11 de Março de 2022.

Esta iniciativa surge em função da necessidade de aumentar o tempo de preparação das condições dos requisitos exigidos e a obtenção de esclarecimentos necessários, em reconhecimento das dificuldades manifestadas por algumas das entidades interessadas em participar do concurso.

As contas apresentadas pela Multitel ao IGAPE, em 2021, apontavam para um volume de negócios de 2.446.260 kwanzas contra os 2.210.296 de kwanzas, de 2019, um aumento de 11%, mesmo num cenário de crise nacional e internacional.

A Multitel presta, entre outros, serviços de Internet, VPN e VSAT, além de outros ligados à infra-estrutura de Rede, Data Center e Cloud, Voz IP e Serviços Web.

São accionistas desta empresa, a PT Ventures, da Sonangol (40%), Angola Telecom  (30%), o Banco de Comércio e Indústria (20%)  e outros particulares (10%).

Dados indicam que estes serviços estão em crescimento em algumas províncias do país, onde a Multitel conta com um total de 850 clientes do segmento “corporate” (corporativo) e empresarial.

Sem dívidas financeiras, desde 2017, a referida empresa, no mercado há 20 anos,   em termos do EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu, em 2020, a margem de 4,50% contra os 4,42% anotados em 2019.

Da lista de empresas a serem privatizadas neste segmento, consta a Net One, TV Cabo Angola, Unitel, MS Telecom, ACS- Angola  Comunicações e Sistemas, Angola Telecom, Angola Cables, a Empresa  Nacional de Correios  e Telégrafos de Angola (ENCTA) e Empresa de Listas Telefónicas de Angola (ELTA).

 

C/ Angop

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *