Connect with us

Sociedade

Projecto empresarial Português distribui material escolar em Angola

Published

on

Fruto de uma parceria com  a Porto Editora, a Rangel tem vindo a apoiar o  ensino primário angolano, através do transporte e distribuição de material escolar por todo o país. A iniciativa insere-se  no  “Projeto  de  Aprendizagem  para  Todos”  (PAT),  promovido  pelo  Ministério  da Educação  angolano  e  consiste  na  integração  dos  alunos  na  escola  e  na  capacitação  dos professores.

Desde Agosto de 2017, a Rangel, através da Multiparques Rangel, tem vindo a distribuir por todas as províncias angolanas 372 toneladas de livros escolares, quadros, mesas, cadeiras, armários, mapas, calculadoras, máquinas de impressão em braille, gramáticas, entre outros.

Com a logística associada ao transporte, distribuição e assemblagem de 15 contentores, esta ação é considerada a maior iniciativa no que diz respeito à distribuição de material escolar e de suporte em Angola. O projecto, iniciado em Agosto de 2017 e cuja 3ª fase terminou no mês passado, consiste no suporte à cadeia de abastecimento de 167 escolas localizadas nas 18 províncias angolanas e na totalidade dos seus municípios.

“Com o apoio do Banco Mundial, este projeto é da mais alta relevância para o Ministério da Educação  e  para  o  Governo  da  República  de  Angola,  como  garantia  da  educação  das gerações  vindouras.   Através  do  nosso  know-how  em  logística  integrada,  simplificámos  e acelarámos   todo   o   processo,     desde   o     controlo   aduaneiro,   transporte   internacional, armazenagem e distribuição por todo o território nacional que contribuiu para o sucesso desta operação  e  desenvolvimento  da  sociedade  Angolana,  o  que  nos  deixa,  obviamente,  muito satisfeitos”, afirma Nuno Rangel, CEO da empresa.

Devido às especificidades inerentes às infraestruturas terrestres do mercado angolano, este projeto tem sido um grande desafio para a Rangel. Ao longo de vários meses, as equipas da Rangel  em  Angola  e  em  Portugal  planearam  todo  o  processo  de  transporte,  distribuição  e assemblagem dos materiais escolares, contribuindo para a concretização de um projeto único ao nível do ensino angolano.

Esta  operação  é  mais  um  exemplo  do  compromisso  assumido  pela  Rangel  no  sentido  de estreitar laços e desenvolver parcerias bilaterais entre Portugal e Angola.

Para além do transporte, as equipas prestam ainda serviços de assemblagem in house e no local de entrega, como garantia da operacionalidade dos materiais de suporte desta ação, que se  traduz  numa  distribuição  multimodal  e  complexa,  devido  às  adversidades  de  acessos rodoviários e tipologia do material enviado.

O Ministério da Educação de Angola estima que até ao final de 2018, cerca de meio milhão de crianças de todo o país frequentarão a escola primária no âmbito do PAT, que conta também com o apoio da Porto Editora.

O  projeto  PAT,  desenvolvido  pelo  Ministério  da  Educação  angolano  e  pelo  Banco  Mundial, visa  melhorar  o  nível  de  conhecimento  e  as  competências  dos  professores,  a  gestão  das escolas e desenvolver um sistema de avaliação sistemática de alunos.

Rangel  é  o  operador  líder em  serviços  logísticos  em  Portugal.  Os  serviços  de  transporte  terrestre  internacional  e  de transporte aéreo e marítimo cobrem os cinco continentes.

O Grupo detém empresas que prestam serviços de logística contratual, transporte aéreo, marítimo e terrestre, armazenagem, distribuição física, expresso e encomendas, formalidades aduaneiras, feiras e exposições.

A Rangel desenvolve ainda soluções IT que permitem controlar os processos logísticos de forma simples, fazendo também a integração com os sistemas de informação dos clientes.

A Rangel cedo iniciou o processo de expansão, com uma grande aposta no início de 1999. Começava assim a parceria da

Rangel com a americana FedEx, atualmente com contrato de representação em Portugal, Angola e Cabo Verde.

Quanto à entrada em novos mercados, a Rangel começa a sua internacionalização em Angola em 2007, em Moçambique em 2011, no Brasil em 2013, e Cabo Verde em 2015 com o objetivo de criar um triângulo logístico entre América, África e Europa. As perspetivas apontam a continuidade de expansão para outros países.

Em Angola, a Rangel oferece e garante a cadeia de abastecimento integrada, prestando serviços de transporte internacional e  controlo  aduaneiro.  Através  da  assinatura  do  acordo  para  a  constituição  da  Multiparques  Rangel,  em  2012,  a  Rangel assegura  a  prestação  de  serviços  de  receção, armazenagem  e distribuição  em  todo o território  angolano.  A  operação  no mercado  é  suportada  por  Terminais  Logísticos  de  temperatura  controlada  (congelados  e  refrigerados)  e  ambiente,  com capacidade total para 10.000 paletes.

Com 1500 colaboradores diretos, a Rangel registou, em 2017, um volume de faturação de €170M com 263,000 mde área logística.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas