Connect with us

Sociedade

Profissionais apelam realização de eleições para Ordem dos Médicos de Angola

Published

on

Um grupo de médicos angolanos enviou uma carta à Bastonária da Ordem dos Médicos de Angola, Elisa Pedro Gaspar, solicitando a convocação de novas eleições.

Eleita em 2019 para um mandato de três anos, que terminou em Abril de 2022, na carta, os médicos sustentam que a solicitação, deve-se ao facto, de até à data, “não se ter qualquer pronunciamento ou anúncio sobre a realização de novas eleições”.

A carta informa ainda que, caso a actual Direcção da Ordem dos Médicos não organize novas eleições ou não se pronuncie sobre o tema nos próximos 90 dias, ou seja, até 09 de Julho de 2024, a Classe Médica Angolana organizará uma Assembleia Geral para criar uma comissão eleitoral e organizar novas eleições.

Pronunciando-se sobre o assunto, contactado pelo Correio da Kianda, o presidente do Sindicato dos Médicos de Angola, Adriano Manuel, acusa Elisa Gaspar “de não prestar contas, e furtar-se ao diálogo com os médicos”.

Adriano Manuel disse, por outro lado, que a não convocação de novas eleições na Ordem, pode estar relacionada com uma vontade da actual bastonária, que, no entender de Adriano Manuel, “quer forçar uma saída conturbada para não prestar contas”.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *