Connect with us

Sociedade

Professores do Ensino Superior entram em greve em Março de 2024

Published

on

O Secretário Geral dos professores do Ensino Superior, Eduardo Peres Alberto, anunciou que a greve geral que estava prevista para o primeiro semestre do ano académico 2023/2024 fica interpolada.

A razão, de acordo com o sindicalista, deve-se à decisão de se aderir à greve geral prevista para 7 de Março de 2024, convocada pela Centrais Sindicais Nacionais (CGSILA), “…pois sendo membro da CGSILA deve obediência às centrais sindicais”, disse.

O aumento salarial e a melhoria das condições de trabalho à classe docente do ensino superior público constam do caderno reivindicativo apresentado ao governo, mas que não encontra consenso.

Entretanto, muito recentemente, a ministra do Ensino Superior Ciência Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Bragança, disse que o governo está aberto à negociações com o sindicato para se encontrar a melhor forma de serem ultrapassadas as dificuldades.

De acordo com a decisão do acordo, a 7 de Março de 2024 inicia uma onda de greve no subsistema do Ensino Superior Público em todas as províncias do país.