Connect with us

Sociedade

Professora Universitária brasileira morre com suspeita de malária em Angola

A docente estava de férias em Angola.

Published

on

A Universidade Federal de Sergipe (UFS) informou que a professora Daniela Pinheiro Bitencurti Ruiz Esparza, morreu nesta quinta-feira (27), em Luanda, com suspeita de malária.

A comunidade universitária chegou a realizar campanha para ajudar Daniela a arcar com os custos médicos e para doação de sangue à docente em Angola.

Daniela Pinheiro era lotada no Núcleo de Graduação em Educação em Ciências Agrárias e da Terra, do campus do Sertão, localizado em Nossa Senhora da Glória. A direção do campus cancelou todas as atividades desta quinta-feira.

la também era docente do Programa de Desenvolvimento e Meio Ambiente da UFS (Prodema). Em nota, o Prodema declarou “luto em honra, respeito e reconhecimento aos serviços prestados pela professora Daniela e manifesta a sua gratidão pelo privilégio de ter convivido com um ser humano íntegro, solidário, repleto de respeito e amor humano, um exemplo especial de alegria de viver e um lindo ser de luz”.

De acordo com a UFS, a irmã de Daniela está em Angola cuidando dos preparativos do translado. O enterro deverá ocorrer no estado de São Paulo, onde mora a família da vítima.

C/ G1

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas