Connect with us

Justiça

Procurador Geral promete para breve pronunciar-se sobre casos Exalgina Gamboa e Joel Leonardo

Published

on

O Procurador Geral da República afirma que o processo de investigação que envolve o Presidente do Tribunal Supremo decorre dentro da normalidade e em segredo de justiça. Hélder Pitta Groz avança que a PGR vai, nos próximos tempos, fazer um pronunciamento.

Hélder Pitta Groz confirmou esta terça-feira, em Luanda, o andamento dos processos de suspeitas de corrupção em que estão envolvidos a ex-presidente do Tribunal de Contas (TC), Exalgina Gamboa, e o presidente do Tribunal Supremo (TS), Joel Leonardo.

Pitta Groz falava à margem da cerimónia de abertura do III Curso de Capacitação para Sub-procuradores-gerais da República, que conta com a participação de quadros da magistratura do Ministério Público da Guiné-Bissau e de Moçambique.

O magistrado assegurou que, na devida altura, serão conhecidos os resultados dos processos.

“Os processos estão a decorrer normalmente, o trabalho está sendo feito e, na devida altura, teremos os resultados. Não posso entrar em detalhes, porque são processos que estão em segredo de justiça, mas o trabalho está a ser feito”, aclarou.

A ex-presidente do Tribunal de Contas (TC), Exalgina Gamboa, foi constituída arguida por suspeitas de crimes de peculato, extorsão e corrupção pela Procuradoria-Geral da República (PGR) no dia 28 de Fevereiro do ano em curso.

Já o juiz presidente do Tribunal Supremo, Joel Leonardo, tem sido acusado de estar alegadamente envolvido em actos de corrupção, nepotismo e má gestão do órgão, o que levou a PGR a efectuar diligências na sede do Tribunal Supremo e do Conselho Superior de Magistratura.

O procurador-geral da República adiantou que o órgão que dirige está, igualmente, a trabalhar nos processos que envolvem a empresária angolana Isabel dos Santos e o antigo Vice-presidente da República, Manuel Vicente, ambos a residirem fora do país